quinta-feira, 10 de outubro de 2019

Curaprox cria posto de coleta para escova dental em parceria com Shopping Cidade Jardim e ONG

Foto: Divulgação
Em uma iniciativa do cirurgião dentista Dr. Maurício Querido, fundador da ONG Amigo da Vez, a Curaprox criou, em parceria com o Shopping Cidade Jardim e com o Family Talent Show, um posto de coleta para escovas dentais e tubos de pasta de dente no shopping. “Estima-se que, no mundo, cada habitante consuma, em escovas dentais e tubos de pasta de dente, durante a vida, o equivalente a 5kg de plástico. É muita escova. 

Então, a ação é muito mais de conscientização. Será possível descartar qualquer marca de escova de dente e tubo de creme dental, não só Curaprox. Esse material descartado será transformado em obras de arte pelas mãos de artistas plásticos”, afirma o Dr. Hugo Lewgoy, cirurgião dentista, mestre e doutor em Odontologia pela USP e diretor científico da Curaprox.

A ação teve início no último dia dois e a caixa coletora ficará até o final de outubro no Shopping Cidade Jardim. “Com relação aos excedentes ou às escovas que não forem usadas pelo artista, a ideia é destinar para construção de casas de baixa renda, como se fosse um madeirite, mas feito com placas prensadas com o material reciclado (escovas e tubos de pasta de dente). Enfim, essa é outra destinação que pode ser dada para esses produtos”, diz o diretor.

Fonte: Os produtos CURAPROX refletem décadas de pesquisas, um conhecimento profundo sobre higiene oral e o trabalho em cooperação com as principais lideranças profissionais da Odontologia mundial. Estes produtos traduzem-se em benefícios abrangentes com alta qualidade e sofisticação para garantir a prevenção das doenças orais de forma totalmente eficiente e sem machucar as gengivas. www.curaprox.com.br

segunda-feira, 7 de outubro de 2019

Exposição sensorial oferece experiência imersiva no universo da água

A Unibes Cultural oferece entre os meses de setembro e dezembro de 2019 a exposição O Ser Humano e a Água. Por meio de uma experiência sensorial imersiva e lúdica, a instalação visa transcender o debate sobre o tema e trazer novas reflexões propondo hábitos de consumo mais sustentáveis e alertando o público sobre a quantidade que se gasta na produção de bens de consumo, além dos diferentes impactos ambientais causados pelo comportamento humano

A exposição integra 7 ambientes interativos e instagrameáveis construídos por artistas convidados, começando pelo Túnel Sensorial – Estados da Água, que mostra os estados físicos da água - sólido, líquido e gasoso – seguido pelo cenário Quanta Água? que apresenta uma experiencia tecnologia e interativa sobre a quantidade de água que cada participante tem no corpo.

O espaço Somos Água traz uma reflexão em relação à quantidade de água presente no planeta e no ser humano enquanto que na quarta parte da exposição, o ambiente interativo Matemática da Água convida o público a entender os diversos usos da água pelo ser humano, desde as mais básicas e vinculadas à sobrevivência, até a produção de bens de consumo e seu uso industrial.

O quinto cenário, Da Natureza Para a Sua Casa, tem por finalidade demonstrar o processo desde a origem do recurso hídrico até seu consumo nos lares brasileiros. Posteriormente a Sala das Águas, mostrará o dano causado aos oceanos e o papel dos cidadãos para ajudar o meio ambiente por meio de uma projeção surpreendente

Ao final está a Sala da Cachoeira, onde o visitante atravessará uma cachoeira de lixo e que tem o objetivo de chamar a atenção sobre a quantidade de resíduos que produzimos.

"O percurso inteiro tem como objetivo levantar uma problemática e impactar, educar e conscientizar o público de que somos capazes de transformar a atual situação do meio ambiente", afirma a curadora da exposição, Patrícia Egel Secco.

Os artistas de cada espaço são: Mauriomar Cid (Túnel Sensorial: Estados da Água), Mário Di Poi (Quanta Água?), Vinicius Leite e Bruna Secco (Somos Água), Ricardo Palmieri (Matemática da água), Carolina Barbosa e Juliana Nersessian (Da Natureza Para a Sua Casa), Bárbara Tércia (Sala das Águas) e Graziela Pinto (Sala da Cachoeira).

Para mais informações, visite o site da Unibes Cultural: unibescultural.org.br/

Serviço
Data: Começou em 13 de setembro e vai até 22 de dezembro
Horário: Das 10h30 às 18h30
Local: Unibes Cultural
Ingresso: R$20 e R$10 (meia entrada)




Fonte: LVBA Comunicação